terça-feira, 18 de setembro de 2007

No banheiro.

Duas amigas conversando:

- Carol, acho que o Mauro esta me traindo.

- Mas, como assim Ana? Ele é louco por você.

- Serio Carol, você acredita que quase toda sexta a noite ele chega mais tarde e se nega a fazer amor comigo? Diz que está cansado, que eu tenho que ser compreensiva. Você acredita?

- Tenha dó, Ana. Ele trabalha tanto naquele escritório e, ainda por cima, agüenta cada coisa daquele chefe estressadinho. Veja bem, né?

- Amiga! Se fosse só isso eu até que tentaria entender. Mas, ele chega fedendo a perfume barato e impregna o quarto com bafo de álcool.

- Ana-do-céu! Nessas reuniões de escritório, o que mais tem é bebida. Ahh... E também não podemos esquecer de falar das secretárias que ganham pouco, compram perfumes falsificados e espalham ele em toda sala de reunião na hora que vão servir os chefes.

- Desculpa Carol, o que você está falando tem sentido, mas, ainda suspeito que seja traição e isso não se perdoa jamais. Nem com uma qualquer, nem com sua melhor amiga.

- Ahh... Ana! Nem com a melhor amiga? Concordo com o Mauro, você tem que ser mais compreensiva.

Silêncio.

Nenhum comentário: