terça-feira, 14 de abril de 2009

Crônicas do absurdo – A metáfora da vida

Se pensarmos bem, a vida é um pedaço de papel. Um filho nasce, corre a enfermeira com um pedaço de papel para limpá-lo. Um tempo depois, corre o padrinho pro cartório, para colocar o nome da criança em um pedaço de papel. Quando morre, a mesma coisa. Se o defunto não colocou seus bens em um pedaço de papel, afirmados e divididos, a confusão está armada. Cartinhas para a amada também dependem de um pedaço de papel. Anotações, telefones, suicídios, endereços, higienização, embrulhos de presentes, a carne para o churrasco, declaração, enfim, papel, papel e mais papel. Papel pra lá, papel pra cá. Pedaço de papel que vale algumas roupas, com a cara estampada de alguém que não sou eu. Que vale uma casa. Diversas árvores. Comida. Caráter e caranga. Que vale o fracasso ou o apogeu. Cole-o, recicle-o, gaste-o, rasgue-o e grampeie tudo. Papel pode ser limpo, às vezes pode ser sujo. Comestível. Preso por um clipe ou no fio da navalha, lá está o papel. Quem não tem papel, resolve com pau ou pedra, mas, não é a mesma coisa. Incabível. São tantos fatos. Tantas situações entre a elite ou a escória. Tinta no papel decide uma vida. Escreve uma história. Leis e decretos. Irreal ou concreto. O esboço. A arte final. No lápis de um poeta. Da mente de um maluco. Votos eternos antes do anel. Definitivamente, a vida pode ser resumida em um simples pedaço de papel.

15 comentários:

Flantuares disse...

Esse texto está "Perfect", muito bem escrito.

burns disse...

Brilhante!

Ps.: Obrigado pelos comentários no "Orquestra"...

disse...

A vida e suas verdades de papel.
O papel insubstitível. Deixe que o futuro chegue, o papel dá conta do recado!

INDICOESSE disse...

Realmente, uma vida é setenciada através de um carimbo no papel;...

No papel se escrevia e se escreve as histórias todas, bem, quase todas, atualmente estamos escrevendo bastante pelo computador também! Mas enfim, o papel é ainda muito importante.
Além do mais qdo se compra um computador ele já vem com um papel dizendo "Manual de instruções"...

Ótimo texto!

Então , a telefônica me deixou na mão, tou muito triste por isso, e pior que aqui em casa nao pega a Net, estarei esperando a net do Speedy voltar pra postar mais coisas interessantes, só pra ter uma idéia agora estou escrevendo de um computador de um amigo!

Tassia Nunes disse...

Nossa parabéns belo texto ou melhor perfeito e a vida sendo resumida num pedaço de papel.

betella's disse...

Engraçado como os avanços técnologicos e a internet tem mudado tudo.
Ninguém mais escreve em cartas de papel, ou quase ninguém.
Mas eu acredito que tudo que é escrito em pape, não se perde, e isso faz dele um objeto tão valioso em que se registra um sentimento ou um nascimento.

betella's disse...

PS: tentei ver pq não aparecia minhas atualizações no seu blog, mas não consegui encontrar nenhuma solução. :(

Bruno disse...

Cara... Parabéns!

Muito foda o texto. Brilhante.

O quão importante é o papel em nossas vidas.

O papel nunca morrerá.

Passa lá: www.beycomm.blogspot.com

Abraço!

INDICOESSE disse...

Então eu não conheço direito as propagandas da Sabesp! Mas o governo Serra com o do Kassab estão sendo bem criticados pelos seus neo-liberalismo!

Agora que voltei queria ver mais textos seu! Espero!

Ótimo final de semana!

INDICOESSE disse...

Esses dias estava vendo uma folha de papel e pensei no que escreveu aqui, rsss
Sério!!

Abraço

george araújo disse...

ô!
eu q o diga!
kkk

bela reflexão. e fica no ar aquela pergunta: o q seria da sua vida sem o papel?
hehe



abraços
>>

Tamara Queiroz disse...

A vida-ditadura-cotidiana pode ser resumida em simples pedaço de papel.

Realmente, um absurdo quem faz disto o sentido da vida.

ManinhaChica disse...

"...com a cara estampada de alguém que não sou eu."
OTIMOO!

E esse veio de presente de aniversario pra mim, né?


BEIJOS DE ADMIRAÇÃO!!!

Caricaturas Urbanoides disse...

Falou e disse.
òtimo texto!
Vou começar a acompanhar seu blog
abraços

Regiane disse...

Uma sacada ótima amor, muito bom.