domingo, 8 de março de 2009

Graças a Dante.

Teve gente que reparou e tentou disfarçar, eu sei. Apontou e cutucou quem estava do lado para ver também.
Um grupo de jovens gargalhou até doer à barriga. Um deles chegou a rolar no chão de tanto rir.
Quem estava na fila da pipoca, observou de longe. Os mais curiosos, correram até lá.
Algumas pessoas ficaram sem jeito, não acharam graça e, simplesmente, ignoraram o episódio.
As garotas que saiam do balé, viram de perto. Os rapazes do futebol, também. Pois, toda quinta-feira, a saída das atividades extra-sala, é realizada pelo portão lateral.
Teve duas senhoras, coitadas, que ficaram chocadas. Ambas taparam seus olhos para não ver nada.
Corre-corre, desespero, cadernos caídos, telefonemas, folhas pelo ar, suor e lágrimas. Alvoroço e comentários por todos os lados.
O pessoal da reforma assistiu de camarote. Estavam nos andaimes pintando a fachada e trocando algumas telhas quebradas.
Formou-se uma imensa roda. Algumas pessoas prestativas e bastante preocupadas. Outras nem tanto, só queriam saber o que estava acontecendo ao certo.
Durante dias, este foi o principal assunto pelos corredores. Não se falava em outra coisa.
Não vi, absolutamente, nada do que aconteceu. Posteriormente, também não fiz muita questão em saber.
No ato do acaso, estava eu entretido demais, lendo a Divina Comédia, sentado debaixo duma árvore, um pouco longe do fato. Afastado de tudo. Porém, observando a todos, como sempre faço.

16 comentários:

burns disse...

Sempre atento ao que interessa...

betella's disse...

A grande arte de observar.

Flantuares disse...

Este texto está ótimo!

.:eddy:. disse...

A famigerada curiosidade mórbida dos populares...

Erika Sodré disse...

pooooxa....agora fiquei curiosa...rs

quando o texto prende a gente é um ótimo sinal....P A R A B E N S

abraço...

Regiane disse...

Que curiosidade ! nunca faça nada achando que ninguem esta te olhando pois sempre tem.

Eliezio Lima disse...

erreee arraaaaa quando acabar o maluco sou eu....

descobri que sou curioso.
o que sera que aconteceu?

disse...

Oi Thiago! Obrigada pela visita ao meu blog! Que bom que você gostou, as portas estão abertas para você sim!

O seu blog também é fantástico. O post de hoje me deu uma curiosidade de saber o que se passou de verdade. Como não li a "Divina Comédia" não sei se há uma relação entre o caos descrito e o livro.

O post Julia, tb é muito bom! rsrs
Essas Julias...rsrs

Aparece mais viu?

bjs

INDICOESSE disse...

8000 comentários? rsssss

Viu, obrigado por gostar do blog IndicoEsse!

Vou visitar o blog Meio-Pau algumas vezes. Dessa vez eu vi que estava sentado debaixo de uma árvore, lendo Divina Comédia! rss
legal

Boa semana!

Anne Cavalcanti disse...

instigante...falha ou qualidade a curiosidade é sempre bem vinda...hehehe
ótimo texto...

vou te add tb...vlw
bj

Lucas Girardi disse...

Fiquei curioso para saber o que aconteceu. Muito bacana o texto.

Obrigado pela visita ao meu blog. Acabei de postar um novo texto.

Abração

Rafa disse...

salve, thiago. fazia tempo que ñ entrava aqui. adorei o novo layout, está muito melhor que o outro. parabens, muito bom!
estes seus textos sao perfeitos, me lembram os textos do woody allen, com uma pitada de bukowski, kafka, enfim, gosto muito daqui.
ate mais, rapaz. se cuida.

Thiago da Hora Souza disse...

Tá, mas... mas... o que aconteceu??? HAHAHAHA

INDICOESSE disse...

Tive a necessidade de gritar mais alto e vim visitar seu blog novamente!
13000 manifestos!! Muita gente pondo a boca no trombone!

Bruno disse...

Muito bom...
O Observador.
Que muitas vezes entende melhor o que acontece do que os que saem falando o que viram e não viram, o que aconteceu ou deixou de acontecer.

Muito bom o texto.

Parabéns!

Se der dá uma visitadinha .....

Greta Poltronieri disse...

um beijo ... acho que foi o que aconteceu...o caos na mente e nos lábios...explosão...o mundo inteiro pode ver, embora não houvesse ninguém para testemunhar.