quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Ao cair da noite.

Com ela, pequenas coisas parecem especiais. A vida se apresenta da forma que realmente é. Os atrasos são perdoados, as surpresas são gratas, o frio não arde na pele e a espera nunca é uma tortura. Eu sempre procuro. Eu sempre esqueço. Eu sempre conheço mais. Eu sempre imagino mais. Diferente? Sim. Indiferente? Jamais.

Ela é obscura e reveladora. Céu límpido, brilhante, nebuloso, tenebroso e tenso. Ela é minha fuga estrelada ou chuvosa. Para assistir televisão, pra namorar, pra dormir, sair pra dançar, pra criar, usar a imaginação.

Ela é uma garota, uma bela atriz, um velho ou um moço. Ainda é cheia de manias infantis. Mimada, gosta de tudo ao seu modo. Muda seu humor rapidamente quando as coisas não saem como planejou. Porém, dificilmente as coisas que planeja não saem como imaginou.

É com ela que procuro entender, de certa forma, o porquê dos acontecimentos, dos fatos que me cercam, mesmo que não me agrade. Só por ela que tento aprender com as experiências que a vida propõe. Na sua presença, me torno um moleque, faço graça, rasgo os lixos, pixo os muros, escrevo a noite, leio livros, corro nú por aí. Amo de verdade. Quando estou com ela, nunca fujo de uma briga. Meus olhos refletem meus amores, meus desejos e as luzes dos postes.

Maquiavélica, sabe esperar a hora certa. Quase uma heroína. Lágrimas e sorrisos. Segredos jamais revelados. Sentimentos diversos a compõe. Certas horas insegura e confusa. Poucos a conhecem. Todos querem um pouco dela. Os que a rodeiam admiram-na ou invejam-na. Com ela, uma simples viagem se torna inesquecível e única. Seu universo é enigmático.

Maravilhosa, tem força, é bela e verdadeira. Nunca encontrei alguém que enxergasse tanta coisa boa em tudo que está em sua volta, com bom humor e de forma tão positiva. Ao mesmo tempo em que está disposta a aventuras, também se faz presente nas horas tranqüilas. Com ela me sinto mais vivo, sinto que a vida é uma música e que eu posso ditar o ritmo.

Esta é a madrugada, linda e surpreendente.

Um comentário:

Evandro R. Matias disse...

Opa Thiagão!!!
Sempre estou aqui também,,,falei que gosto dos seus textos!!!

Vlw´,,,por visitar!!!

Flw´s!!
Feliz 2008!!!